Talento você tem…


2
Só precisa utiliza-lo!

Quanto vale um talento?

Se quisermos procurar o seu valor como moeda, teremos que fazer algumas conversões  -  nada muito difícil para quem conviveu tantos anos com uma inflação galopante no Brasil. O talento citado no Evangelho de Mateus correspondia a  6.000 denários, há dois mil anos.  Isto  se for o talento de prata, porque o de ouro valia 30 vezes mais. Um trabalhador ganhava em média  1  denário por dia. Calculando-se essa diária em torno de 10 dólares (ou 20 reais) de hoje, vemos que um talento de prata, ou  6.000  denários, valeria 60 mil dólares. Não está dito na parábola se o talento é de prata ou de ouro. Mas aquele personagem que confia seus talentos aos três homens simboliza o Senhor, com S maiúsculo, cuja  riqueza é infinita já que é todo o Universo. Então digamos que os talentos da história fossem de ouro. Cada talento de ouro valeria 1.800.000 dólares! O homem que ficou com 5 talentos teve nas mãos 9 milhões de dólares para negociar e faturou outros 9 milhões. Nada mal. E o segundo recebeu 3,6 milhões, e faturou outros tantos. O terceiro pegou menos, mas também não tinha do que se queixar: com 1,8 milhão dá para se fazer um bom investimento. Só que ele enterrou. Se fosse hoje, mesmo com inflação baixa, também perderia tudo depois de algum tempo. Acontece que a palavra  talento  veio atravessando os tempos, passando pelo grego (tálantosj e pelo latim (talentum) e deixou de significar dinheiro para ser "aptidão natural ou habilidade adquirida, inteligência excepcional, engenho". Foi aí que a parábola passou a fazer mais sentido ainda.

Nascemos todos do mesmo jeito e, quando morremos, voltamos a ser pó, do mesmo jeito. É óbvio. Aliás, está lá no meu primeiro livro uma frase de Tiago: "A vida é uma neblina e logo passa." Logo passa, mas é tempo suficiente para desenvolvermos as capacidades que trazemos ao nascer, já programadas em nossos neurônios, e que também podem ser criadas ao longo da vida. Quem nada apresenta na hora de prestar contas - os acomodados, preguiçosos e  avarentos,  que escondem o que têm e nada produzem, destes tudo será tirado, cedo ou tarde. Da vida, tudo se leva, mas eles nada têm para levar. Aquele valor de cada talento (quase dois milhões de dólares) pode parecer muito grande para alguns, mas é até pouco, veja a conversão.

Veja a relação ao que um talento bem aplicado, qualquer talento, desde que bem aproveitado, pode produzir ao longo de uma vida.

Quantos  talentos uma pessoa  tem,  não é isso o que mais importa, e sim o quanto a pessoa se empenha em fazer do seu talento algo realmente útil para os outros. Não é na quantidade, e sim na qualidade, que reside a riqueza. Jesus usou na parábola a moeda mais forte da época. E o talento continua sendo, hoje, o que há de mais valioso na economia e em tudo o que o homem faz. O sentido da palavra talento continua evoluindo. Na vida profissional, desde que ficou claro que a saúde, a qualidade de vida e as atitudes individuais têm grande influência para a produtividade e para o desenvolvimento da empresa, tudo isso é considerado quando se avalia a capacidade de alguém.

Para que você não seja negligente como o servo que recebeu apenas um talento para cuidar mas mesmo assim descuidou-se preste atenção.


”E se vocês não forem dignos de confiança em relação ao que é dos outros, quem lhes dará o que é de vocês?” (Luc 16:12 NVI) 


Quem não cuida com zelo daquilo que é de outra pessoa é digno de alcançar o que será seu? Tem essa pessoa o mérito de um dia chegar a ser possuidor de algo? Cuide daquilo que hoje está em suas mãos com muito temor e o que é seu chegará.


Se você não sabe como cuidar daquilo que hoje está em suas mãos, cuide como se não fosse seu, cuide como se tudo o que hoje você olha e pensa ser seu como se fosse do seu Senhor. Assuma uma postura de mordomia, veja-se a si mesmo como um mordomo e não como um Senhor. Saber que você haverá de prestar contas no final trará a você temor e sua postura há de mudar.


Guarde isso com você: 

“É melhor ter que prestar contas do que ser um insubordinado.”

Seja Edificado

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário!

 

Posts Comments

©2006-2010 ·TNB